Os idealizadores

Em meados do ano de 1.957 uma plêiade de cidadãos de Indaiatuba reunia-se para criar na cidade um  clubesocial dentro do mais alto espírito de amizade, cordialidade e respeito, que viesse pudesse congregar as famílias num ambiente saudável e familiar nos momentos de recreação, social e de lazer. Três pessoas foram responsáveis para formalizar esse ideal: Dr. Pedro Maschietto, Dr. Lucio Fernandes Filho e Sr. Mario da Silveira Teixeira deram o passo inicial. A partir daí um grupo de cidadãos recebeu o apoio e prestígio das famílias de nossa sociedade, até que centenas de pessoas aderiram ao inusitado projeto, colocado em ação rapidamente.

A Constituição e a Fundação – 03/08/1957

A formalização do propósito de tornar a sociedade em um centro de reunião livre, sem preconceitos, sem interesses políticos, religiosos ou raciais gerou uma movimentada Assembleia em 3 de agosto de 1957, data que marca a Fundação do Clube 9 e Julho. No salão paroquial da Igreja Nossa Senhora da Candelária, gentilmente cedido pelo Rev. Padre Carlos Afonso Menegazzi, foram planificados os estudos pró-formação e construção do novo Clube para Indaiatuba.

Origem do nome “9 de Julho”

O nome foi escolhido homenageando a data magna da história paulista – a Revolução de 1932 (da luta pela liberdade de pensamento).

Diretoria Fundadora – 1957

Presidente – Dr. Pedro Maschietto
1º Vice Presidente – Alfredo Waldemarin Filho
2º Vice Presidente – Ário Barnabé
3º Vice Presidente – Dr. Mario Paulo
Secretário Geral – Lúcio Fernandes Filho
1º Secretário – Mário Araldo Candello
2º Secretário – Henrique Schulz
3º Secretário – Henrique Ifanger
Tesoureiro Geral – Mário da Silveira Teixeira
1º Tesoureiro – Sylvio Ferreira do Amaral
2º Tesoureiro – Sylvio Talli
3º Tesoureiro – Tabajara Cordeiro

Inauguração da Piscina
em 24.01.1971